A Vida de um Produtor de Moda: A DEVOLUÇÃO

woman-in-her-closet_POSD.jpg

Depois de todas as fotos, dos créditos anotados e bem guardados, você, produtor de moda, deve arrumar todas as peças na hora que acaba a foto, de uma forma que facilite o seu trabalho quando for abrir as malas para organizar a sua devolução.

No dia depois das fotos, com certeza, você terá vários assessores de imprensa, RP’S e o pessoal do marketing das marcas atrás de você pedindo as peças que foram cedidas para as suas fotos. Para tanto, você precisa organizar tudo de uma forma, que fique fácil de arrumar e devolver rápido no dia depois da foto.

Eu sempre me organizei para chegar 1 hora antes do meu horário, para abrir todas as malas e montar as roupas nas araras para facilitar o empacotamento das roupas, SEMPRE!  Para quem está lendo esse texto, deve estar pensando que é fácil arrumar as devoluções, por que só precisa separar por marca, NEGATIVO! As assessorias de imprensa detêm várias marcas em seu poder, logo, você precisa identificar o que foi pego em lojas, o que foi produzido nas assessorias (várias marcas) e as peças de acervo que foram para as suas fotos. Vou dar um exemplo: Você pode ter ido na assessoria X e ter produzido um vestido lindo Lanvin, ter ido na própria Lanvin e ter produzido 10 peças de roupa e possivelmente ter produzido em alguma loja multimarcas um par de sapatos da mesma label francesa, ou seja, guarde todos os romaneios (notas que descrevem exatamente as peças que você retirou) e se organize para não devolver nada errado.

Primeiro abra todas as malas, retire todas as roupas e coloque-as em araras e começa a se organizar primeiro pelas lojas. Separe as peças em pilhas e depois comece as assessorias (primeiro as peças de roupa) e por fim as lojas multimarcas. Deixe sempre por último, acessórios, joias e sapatos. Uma dica: Quer se dar bem com as lojas e assessorias? Embale tudo em papel de seda, que eles sempre vão te amar! Depois, coloque as peças nas suas respectivas sacolas e faça um roteiro esperto para não deixar o seu motorista louco. No primeiro post dessa saga de produção de moda, falei que o motorista sempre vai ser seu amigo, quando você for amigo ,ou seja, você não perde muito tempo nas lojas (é só devolver) e a devolução sempre acaba em 1 dia.

Eu confesso que não sou muito organizado, mais sempre segui muito esse roteiro e sempre me dei bem. Já fiz trocas em lojas e também devolvi peças erradas (NÃO SOU PERFEITO!) e já perdi algumas coisas, ou seja, nesse caso, seja muito rápido e tente resolver esses pequenos problemas da melhor forma para as duas partes. Se por um acaso, você devolveu errado, pegue os seus romaneios e gentilmente, ligue para todos os lugares que você produziu, que certamente vai achar. Já no caso de quebra ou dano em alguma peça, converse seriamente com o seu chefe|stylist e veja com o gerente da loja ou assessor, se não podem fazer alguma parceria (nas próximas fotos você fotografa uma peça da marca prejudicada em destaque) ou em ultimo caso, pagar a peça em 200 vezes no cartão de crédito.

Contudo, a devolução é uma das partes mais chatas da produção de moda, mais com o passar do tempo, você começa a fazer no automático. Fique atento as dicas que você vai se dar bem!!!!!! ❤

 

Anúncios

Peles…


Muito ainda se fala sobre o uso indevido de peles…O P.E.T.A que significa “People for the Ethical Treatment of Animals”, ou seja, “Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais”, está sempre na cola das principais editoras de moda que insistem em usar vison, pele de carneiro, phyton, raposa e outros.

Não vou ser hipócrita, realmente são lindos os casacos, botas e saias que são feitas com a pele de bichos verdadeiros, mas só em pensar nos cativeiros que são criados para deixar a “pele” desses bichinhos perfeitas, o sofrimento e toda a causa contra o meio ambiente, a extinção, perco todo o tesão em usar peles. Há alguns anos, muitos estilistas levaram as passarelas a pele “fake”, ou na lingua portuguesa, falsa.

Acho a melhor medida para adotar o estilo das peles e não agredir o mundo. Eu dei uma olhadinha nos blogs de streetstyle e vi quantas combinações você pode fazer com um colete de pele com fibra sintética.

Ontem, fui na loja de acessórios Minina Di Minas, e a estilista da marca me mostrou uma peça que é super versátil. É assim: a designer construiu uma peça retangular aberta com lã importada e me ensinou muitos jeitos de usar, pode colocar como colete, top, cachecol e até saia…imagine ter uma peça que não vai cansar o seu styling? lindo né!

Modeletes…vejam as fotos e se inspirem na pele “fake”…

Editorial da Elle Brasil com Raquel Zimmermann – colete de pele com calça de couro

                            Olha que linda a combinação de floral liberty com o casaco de pele fake? Para usar já!

 

 


A Huis Clos desenvolveu peles fake também! O inverno 2011 será da pele…
 
 

A modelo está com um casaco que a pele está para o lado de dentro do casaco…conforme dobra o casaco, ele aparece! Lindooo!

 

Adoro a montagem de texturas: Jeans com pele…couro com seda…organza com jeans e assim vai! Esse casaco é o meu desejo e tenho certeza que encontro em Brechós…

 

A Lanvin para H&M desenvolveu esse casaco incrível…me lembra Anna Dello Russo!
foto do blog segredinhosdadri