SPFW INVERNO 2011 – MODELOS

Acabou a semana de desfiles de São Paulo e cá estou aqui para descrever as modelos que na minha opinião bombaram. Além de Gisele Bundchen, Alessandra Ambrósio e companhia…fiz um top 5 das modelos brasileiras que alavancaram suspiros entre um fashion show e outro.

BRUNA TENÓRIO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Depois de quase todos os desfiles do Fashion Rio que a nordestina Bruna Tenório esteve presente, veio para São Paulo e arrasou ainda mais. MELHOR DESFILE: Animale MELHOR MOMENTO FASHION: o desfile que ela fez para o McQueen fall 2008 onde andava com um penacho na cabeça e um vestido sereia.

DAIANE CONTERATO

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A modelo foi descoberta por Miuccia Prada e hoje bomba em todos os desfiles nacionais. A sua beleza “estranha” é festejada por todos da moda. MELHOR DESFILE: Alexandre Herchcovitch. MELHOR MOMENTO FASHION: O desfile que Daiane fez para o Christopher Kane spring 2008, bem Carrie a Estranha.

GRACIE CARVALHO


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Gracie é dona de uma beleza bem brasileira e possui um olhar penetrante. Todos que trabalham com a modelo dizem que ela é super calma e profissional. Pontos para ela. MELHOR DESFILE: Animale. MELHOR MOMENTO FASHION: O calendário Pirelli onde Gracie aparece com os seios de fora e a capa da Vogue 35 anos.

VIVIANE ORTH
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vivi já é camaleoa de desfiles. Com pouca idade já estava na Casa de Criadores desfilando para a grife R.Rosner. No Fashion Rio e SPFW fez a maioria dos desfiles e com suas pernas finas e altas consegue andar até quando o seu salto cai. MELHOR DESFILE: Lino Villaventura MELHOR MOMENTO FASHION: Quando o seu salto no desfile do Reinaldo Lourenço caiu e mesmo assim conseguiu arrasar na passarela.

É isso! Prometo falar dos maquiadores e stylists depois…bj

O melhor do SPFW Inverno 2011

Modeletes…

Fui conferir alguns desfiles do SPFW inverno 2011 e tenho muitas novidades para dar a todos que acompanham o blog.

Vou começar pelo cenário da Bienal que nesta temporada comemora 15 anos. Logo na entrada, você se depara com um tapete vermelho, bem Hollywood, depois vem uma passarela de madeira beirando poças d’agua que dão a impressão de 3D (onde inclusive foi o desfile da Cavalera…).

Os stands estavam bem legais… A Vogue conseguiu trazer o efeito que Paulo Borges buscou para a Bienal, ou seja, todo o espaço da revista está decorado com itens bem brasileiros…entre os jornalistas pude ver um paredão com plantas e um sofá todo de pelúcia verde musgo…bem legal e criativo!

O stand da Editora Globo ficou bem criativo e aconchegante…As principais revistas de moda estão bem dispostas, existem várias mesas de madeira para acomodar os convidados e a cada minuto somos regados com bebidinhas e drinks.

DESFILES

Nestes 5 dias de desfiles, muita coisa aconteceu! Celebridades internacionais pousaram na Bienal, muito tumulto, muita gente correndo, assessores de imprensa enlouquecidos e estilista querendo sair pelas janelas…

Muitas grifes trouxeram uma moda próspera e certeira. Alguns esqueceram o clichê do preto/cinza/nude e realmente se envolveram com a coleção, styling e detalhes. Teve grife que até trouxe cores fortes do verão, como a Osklen, Ana Salazar, etc.

Entre os mais legais, fiz uma seleção do que realmente acho que vai pegar:

 -Animale:Priscila Darolt deixou de lado os tecidos tecnológicos que perpetuou em outras temporadas na Animale e resolveu dar uma refrescada nas sobreposições, casacos, calças…Para tanto, espere da grife muita pele (fake), calças de cetim, couro com matelassê, casacos meia estação e sensualidade. Foi lindo ver a coleção neutra, centrada e realmente no foco que nós, jornalistas de moda (ou pelo menos eu), adoramos ver.

 

 

 

Neon: Eu adoroooo o Dudu e a Rita. Podem falar mal, dizer que os estilistas gostam de brincar em seus desfiles e que nesta estação se preocuparam mais com a performance do que suas roupas…Eu amei ver aquele estilo surrealista, com roupas que brincavam com o beijo, a sensualidade, a mão boba e cores…Me lembrei quando Elsa Schiaparelli, principal rival de Coco Chanel trouxe o rosa shoking e suas roupas com beijos….faz mais o meu estilo…sorry Coco! Adorei o vestido preto que a Marina Dias usa e o caftã com “baianinhas” usando argolas douradas.

 

 

Huis Clos: Gosto da Huis Clos…Me lembro um dia que fui ao showroom da grife na Rua do Bosque e encontrei o melhor casaco da minha vida, com a melhor modelagem! Enfim, daybyday, Huis Clos esqueceu a cinquentona que vivia dentro do seu umbigo e deu uma relaxada em suas produções. Madame Huis quer mesmo é viver a vida e sair vestida com máscara de renda com pequenos recortes em sua roupa, quase transparentes…adorei os casacos, vestidos e o styling! As cores são frias e escurecidas…

 

 

Lino Villaventura: Quando eu tinha 13 anos já pensava em como era fazer uma nervura em um vestido de organza…dificil? Mestre Lino te diz como fazer… Todos os adjetivos do mundo para o estilista que fez a calça que eu mais quero no mundo…de couro com recortes na perna! Sexy, exuberante e temperamental…tudo em uma só palavra: Lino! Para o inverno, o estilista fez a maioria dos seus looks no preto e alguns em tom de branco, gelo…Nota 10 para o casaco que Vivi Orth abre e fecha o desfile!!!!

 

 

Reinaldo Lourenço: As luzes de apagam…e quando abre lá vem a obra de arte que Reinaldo Lourenço sabe fazer tão bem…Eu imagino a loucura que foi fazer os vestidos em tiras fininhas de couro, ou mesmo os vestidos com beijos? Bom, eu sei que achei maravilhoso…tudo que esse gênio da moda toca, vira moda, vira obra de arte, vira história…Reinaldo quero ser você quando crescer!

 

 

 

Maria Bonita: Se eu estivesse em qualquer parte do mundo e me perguntassem qual marca que mais representa a moda brasileira, seria a Maria Bonita…Tudo que passa pelas mãos de Danielle Jensen fica bonito. Sacada de mestre: Bolsas acopladas aos vestidos longos de tecidos fluidos foi o que mais gostei…O cardigã virou vestido, o casaco virou vestido…tudo lindo, meigo, leve e sensacional…

 

 

 

Glória Coelho: Pokemón temos que pegar…essas roupas com babados em fio reto, os casacos fechados que lembram (são?) neoprene, as calças de couro vermelhas e o estilo preciso que mãe (Glória) e filho (Pedro) sabem fazer muito bem… As roupas de Gloria Coelho devem ser usadas com cuidado, mas sabendo usá-las, você não precisa de mais nada…apenas de uma nave, um homem espacial lindo e pronto! Ponto para a família real da moda, já que mãe, pai e filho sabem fazer moda como ninguém.

 

 

É isso ai! Depois vamos destacar as modelos, a maquiagem e o styling mais mais do SPFW INVERNO 2011

Bjbj