Mugler

Mugler é o simbolo de fetiche e sensualidade das grandes grifes.

Nos anos 80, Thierry Mugler junto com outros nomes como Claude Montana e Gianne Versace fizeram das passarelas um movimento de pura sensualidade. O couro envernizado, o latéx e as meias finas com saltos vertiginosos foram sensação. Há quem dizia que esses três nomes acima faziam roupas para prostitutas de luxo. Eu discordo!

Em Paris, um dos desfiles mais esperados era da dupla Nicola Formichetti e Sébastien Peigné, atuais diretores de criação da marça Mugler, sem o Thierry, ok? Foram vistos muitos casacos, roupas de latéx, seios à mostra, transparência atrás de transparência, tudo muito chic e sensual.

Gosto do modo como em Paris a maioria das peças que são desfiladas nos grandes shows vão para as grandes lojas, cobrindo de desejo os consumidores de moda, que compram peças que muitas vezes não seria tão “usável”. E ainda saem para as ruas, todos montados, sem medo de ser feliz (vide sites de streetstyle que não me deixam mentir).

Adorei o desfile, mas acho que Lady Gaga poderia apenas usar e representar a marca nas ruas, em shows, não na passarela. Apenas uma opinião.

Beijos modeletes!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s